Domažlice

Domažlice
23. 8. 2013

Conheça Domažlice – centro histórico da região de Chodsko!

Casas renascentistas pitorescas de arcadas, tradições e folclore vivos, natureza bela e virgem nos arredores – são os símbolos que tornam a cidade de Domažlice em um dos destinos preferidos para excursões, ficando na área fronteiriça entre a República Tcheca e Alemanha. O melhor período para visitar essa cidade é agosto quando têm lugar populares festas de Chodsko. Você pode usufruir da verdadeira atmosfera da cidade com tudo que oferece.

O centro histórico da cidade acaricia a alma. Até hoje fica conservada uma variedade de casas burguesas e outros objetos de diversos estilos arquitetônicos. O centro mesmo já convida você para sentarem um dos acolhedores cafés.

Cidade pitoresca de folclore

O castelo de Chodský hrad está entre os monumentos importantes de Domažlice. Você pode visitar o Museu de Chodsko no conjunto do castelo que o permitirá conhecer a vida e as tradições desta área particular. A dominante mais destacada da cidade fica exatamente na Igreja de Nascimento da Nossa Senhora na praça principal, é a torre municipal cilíndrica que se inclina. A parte inseparável da cidade é também formada pela Porta Baixa, cujo aspecto pitoresco completa o colorido do núcleo histórico.

Região de guardas de fronteira

A cidade de Domažlice é o coração de Chodsko. Esta área é rica em tradições populares que apresentam trajes tradicionais e rico folclore. Os “Chodové“ eram o grupo de habitantes dos arredores de Domažlice cuja tarefa era guardar a fronteira entre a Boêmia e a Bavária. Essas pessoas eram submissos diretos do rei e gozavam de muitos privilégios e regalias pelos seus serviços.

Um ano e um dia!

Não obstante, depois da derrota da Batalha sobre a Montanha Branca, os Habsburgos começaram a negar os direitos dos habitantes de Chodsko. Toda a história culminou pela execução do caudilho da rebelião de Chodsko que se chamava Kozina e por aprisionar 70 outras pessoas, sob o pedido direto do general Lomikar. Um pouco antes da execução,  Kozina profetizou que Lomikar teria seu fim no Tribunal Divino “em um ano e um dia“ . Como o caudilho executado tinha predestinado, o odiado general Lomikar morreu certamente um ano depois, durante a festa da execução de Kozina.

Favoritos