Nos esquis de fundo em torno de Kvilda

3. 9. 2013

Nos esquis de fundo pelos arredores belos de Kvilda da serra de Šumava

É uma modalidade clássica tcheca – percorrer as colinas suaves de Šumava nos esquis de fundo. Você também pode seguir pela bela paisagem coberta pela neve brilhante e usufruir da alegria das atividades esportivas. E melhor ainda, nos lugares em que costumam treinar os vencedores olímpicos tchecos em esqui de fundo. Dezenas de quilômetros de pistas arranjadas e marcadas estão na sua espera nos arredores de Kvilda – as pistas o convencerão que os esquis de fundo e a serra de Šumava formam uma combinação ideal.

Kvilda se encontra direto no coração de Šumava ao pé do pico Sokol que mede 1253 metros. Há uma trintena de casas espalhadas romanticamente sobre a planície que conta com uma quantidade de brejos e tremedais. Na época em que o outono está terminando e o inverno começa a dominar, as ladeiras de Kvilda se cobrem pela neve que por causa da altura acima do nível do mar permanece por vários meses. Todos que gostam da emoção, do momento em que começam a marchar pela paisagem, descobrindo outros pedaços do mosaico de belezas do Parque Nacional Šumava, se encontram aqui.

Corra para um bolo!

Aonde continuar de Kvilda? Escolha um dos percursos marcados que o levarão pelas partes mais belas dos arredores. Se você prefere um percurso mais fácil, o destino ideal para você será Horská Kvilda. Você percorrerá o terreno fácil e plano que passa em torno de uma joia de Šumava onde está o brejo Jezerní slať. Depois de tantas atividades físicas você merece uma recompensa! Então visite a pensão famosa Hones e prove aqui o bolo de mirtilos que não tem concorrência nos arredores. Você pode continuar de Horská Kvilda até Churáňov ou Zhůří e voltar através de Filipova Huť onde você terá uma vista bela sobre o segundo pico mais alto de Šumava – Roklan.

Vista até os Alpes…

Os cumes dos Alpes na serra de Šumava? Por que não! Você pode vê-los quando fizer um bom tempo – seguindo o percurso de seis quilômetros de Kvilda a Bučina. O percurso é fácil e você pode torná-lo ainda mais agradável desviando até Knížecí Pláně, um vilarejo pitoresco que fica direto na fronteira entre a Boêmia e a Alemanha. O percurso de 18 quilômetros de Kvilda através das fontes do rio Moldava está entre os mais preferidos. As fontes de Moldava apresentam um dos destinos turísticos mais conhecidos da serra de Šumava. Desde as fontes, a pista branca o levará em Stráž e Bučina e voltará até Kvilda.

Nos esquis de fundo pela serra de Šumava, em todos os sentidos

Não é apenas a área de Kvilda que oferece as pistas de esqui de fundo arranjadas e marcadas. Desde aqui você pode ligar com outras pistas que o levarão até outras partes de Šumava, incluindo outros centros turísticos – Churáňov, Modrava ou Borová Lada em que você pode seguir a famosa pista Věžecká magistrála. Os arredores de Železná Ruda também oferecem condições ótimas, oferecendo percursos até o conjunto de Špičák ou até Pancíř. O percurso que vai de Prášily através Nové Hůrky até o lago glaciar Laka é também belo.

Favoritos