Hotéis tchecos de tradição

Hotel Imperial
Baixar um guia e uma brochura
27. 3. 2014

Experimente voltar no tempo em que as senhoras sem chapéu e luvas não andavam nas ruas!

Praga e também uma cidade spa tcheca que atrai inúmeros visitantes durante os últimos séculos. Muitos hotéis portanto têm uma longa tradição e um dos mais belos hotéis „Art déco“ em 2014, celebra o 100° ano de inauguração. Descubra as histórias destes maiores e mais luxuosos.

Um século de elegância.

Hotel Imperial Este ano comemora 100 anos de inauguração. O Hotel Imperial de cinco estrelas está localizado no centro da cidade a apenas alguns minutos a pé da Câmara Municipal e é um exemplo notável do estilo arquitetônico „Art déco“. Atualmente é famoso principalmente devido ao restaurante Café Imperial na parte superior.

A história do Hotel e Café Imperial se volta ao início do século XX, quando no lugar do hoje Hotel Imperial era a pousada De águia negra. No ano de 1914, os famosos irmãos hoteleiros praguenses, Kolář, venderam o hotel Paris e compraram o restaurante De águia negra. Eles então o demoliram e ergueram em seu lugar o moderno e elegante Hotel imperial. O Estilo Externo em „Art déco“ com elementos cubistas que foram adicionados e concluídos com fina decoração interior em mosaico Art Nouveau.

Imediatamente após a sua abertura, o Imperial no ano de 1914, tornou-se um local popular de reuniões de negócios e encontros românticos. O Café Imperial era frequentado pelo escritor Franz Kafka e lá se hospedava o compositor musical Leoš Janáček.

Em 2007 foram concluídas diversas reconstruções durante os quais foram especialmente levados em conta a preservação do conceito arquitetônico original. Um dos motivos foi, entre outros, o fato de que o Hotel Imperial é parte dos prédios históricos de Praga tombados pela UNESCO.

 Grandhotel como estrela principal

Karlovy Vary se desenvolvia muito durante todo século XIX. Foi o spa que tratou da elite do mundo então conhecida. Desde de famílias reais até os grandes industriais e artistas famosos. A família Pupp empreende negócios na cidade desde 1701, além do próprio hotel neobarroco resultante da reforma de pequenos prédios menores, inaugurado na virada do século XIX e XX. O conceito arquitetônico foi de autoria de dois arquitetos vienenses Ferdinand Fellner e Hermann Helmer. Entre os seus trabalhos incluiu também por exemplo, a Colunata da fonte termal e o prédio do teatro de Karlovy Vary. Pouco antes da II grande Guerra Mundial os Pupp conseguiram comprar os últimos prédios disponíveis, a chamada Casa dos olhos de Deus, hoje o Café Pupp.

O luxuoso complexo, aos quais hospedou reis, imperadores, artistas, compositores musicais e atores famosos ainda está entre os mais famosos hotéis da Europa. Se você é um fã de cinema, sem dúvida você vai se interessar em saber que o Grandhotel Pupp apareceu várias vezes na tela. Refere-se aos  filmes bem conhecidos chamado As férias da minha vida com Gerard Depardieu, o filme de James Bond, Casino Royale, com Daniel Craig no papel principal ou a cine biografia de Edith Piaf.

Durante o verão o Grandhotel Pupp ganha vida com a chegada do Festival Internacional de Cinema de Karlovy Vary. O principal charme do festival são as estrelas internacionais atuais de cinema se hospedarem nos melhores quartos.

Favoritos