Rudolfinum

28. 7. 2014

A sede digna da Filarmônica Tcheca e uma retaguarda perfeita de galeria de arte

O prédio do Rudolfinum está na parte da Cidade Velha de Praga e do seu cais, há mais de um século.   O prédio, que é um perfeito exemplo da arquitetura neo renascentista dos finais do século XIX, abriga salas de concertos de acústica excelente, nas quais se realizam notáveis concertos, como por exemplo os da Primavera de Praga, um festival anual da música clássica.

Dos concertos à sede do parlamento e outra vez de volta aos concertos

Um dos prédios mais importantes de Praga sob ponto de vista arquitetônico foi construído entre 1876 e 1884, para servir de casa de cultura multifacetada, recebendo o nome de Rudolfinum, em honra de Rudolfo, o príncipe herdeiro. A sala de concertos, atual Sala de Dvořák, servia para a Filarmônica Tcheca desde 4 de janeiro de 1896, quando o corpo filarmônico, regido por Antonín Dvořák apresentou-se nela pela primeira vez.   Rudolfinum cumpriu seu objetivo cultural até 1919, quando foi transformado na sede ao Parlamento da República Tchecoeslovaca. Na época da segunda guerra mundial, a casa de Rudolfinum voltou a ser o lugar de concertos. Uma reconstrução completa do prédio, sobretudo na sua parte de galeria de arte, realizou-se somente em 1992, quando o Rudolfinum, após ter sido sujeito a uma reforma geral segundo o projeto do arquiteto Karel Prager, tornou-se a sede da Filarmônica Tcheca e da Galeria Rudolfinum

Favoritos