O Museu Judaico em Praga

Spanish Synagogue
13. 6. 2014

O gueto misterioso de Praga, carregado de lendas do Golem e rodeado pela sinagoga e pelo cemitério judio…conheça o melhor da cultura judia na Europa Central!

Embora o Museu Judaico em Praga já tenha festejado o centésimo aniversário da sua fundação, se presentará a você como um centro da cultura judia na Europa que é moderno, aberto e dinâmico. Ao longo da visita ao Museu você caminhará pelas ruelas da antiga cidade judia, visitará várias sinagogas e também o famoso Antigo cemitério judio.

Como viviam os judeus na Europa Central

O Museu Judaico, que registra a história, as tradições e os hábitos da população judia na Boemia e na Morávia, foi fundado em 1906. Hoje o Museu cuida de uma das maiores coleções de objetos judaicos no mundo que conta com ricas coleções de prata e de têxtil, 40 000 objetos de coleção e 100 000 livros.

Além da galeria de Robert Guttmann, do café e do centro educacional, a visita ao Museu Judaico abrange sete locais. Você pode escolher: a Sinagoga de Maisel, com a exposição da história mais antiga dos judeus nos países tchecos, ou a Sinagoga de Pinkas, com o Memorial do holocausto dos judeus tchecos e morávios que foram assassinados pelos fascistas e que apresenta também a exposição dos desenhos das crianças de Terezín. Você pode visitar igualmente a Sinagoga de Klaus e a Sala de Cerimônias, sendo as duas dedicadas às exposições que apresentam as tradições e os costumes judeus, ou a Sinagoga Espanhola, que conta com uma decoração magnífica e que oferece uma exposição que aclara a história mais moderna dos judeus, apresentando uma coleção excepcional de objetos de culto em prata.

Onde o legendário criador do Golem sonha com o dia eterno?

O Antigo Cemitério Judio, conhecido em todo o mundo pelas suas cerca de 12000 pedras sepulcrais, é um lugar com uma atmosfera mágica. O cemitério, onde descobriram já 12 camadas cemiteriais, se conservou praticamente na extensão original e hoje pertence aos lugares mais visitados de Praga. O objeto mais procurado é a tumba do rabi Jehuda Löw ben Becalel, o criador do Golem misterioso. Os visitantes põem nela centenas de pequenas pedras e colocam também desejos escritos em fragmentos de papel.

Favoritos