Museu de Franz Kafka em Praga

19. 4. 2014

O famoso escritor Franz Kafka como o você conhece e também não conhece – romances, fotografias, correspondências e Praga como eterna fonte de inspiração.

Franz Kafka (1883–1924), escritor tcheco que escreveu em alemão, pertence entre as personagens mais importantes do século XX. Praga apresentou o coração do seu mundo real e literário – e Praga é o tema da exposição que foi instalada em Hergertova cihelna no bairro de Malá Strana, no coração da cidade natal de Kafka.

Praga de Kafka

A exposição nasceu em 1999 em Barcelona como terceira exposição da série de exposições das cidades dos escritores mundiais, depois de Dublin do irlandês James Joyce e Lisboa do português Fernando Pessoa. Desde 2005 a exposição permanece em Praga.

O museu mostra a visão do mundo do famoso escritor através dos quadros, da luz e da música. Apresenta Praga como a cidade de mistérios e estórias estranhas que se converteu no destino de Kafka. Se você acredita que os romances de Kafka têm lugar em Praga, você encontrará vários indícios no museu. Talvez a cidade oculta todas as obras dele, apenas não é nomeada.

Bem no museu como em frente dele

Você verá a maioria das primeiras edições das obras de Kafka, a sua correspondência, diários, manuscritos, fotografias, desenhos e ensaios dos teoréticos literários. Você conhecerá os acontecimentos da vida de Kafka e conhecerá detalhadamente o ambiente que influenciou a sua obra. Não falta também a loja do museu que tem a coleção inteira da obra de Kafka e livros biográficos.

Todos visitantes do museu prestam atenção na fonte no pátio de Hergertova cihelna, obra do artista David Černý. Dois homens de bronze fazem pipí acima de uma lagoinha na forma da República Tcheca. Um aparato eletrônico move os seus quadris e levanta os seus pênis da maneira que a corrente de água que cai sobre a superfície da lagoinha e transcreve letras de umas citações. A fonte revela todos os tipos de emoções – vamos ver se você vai gostar dela.

Favoritos