O palácio de Kynžvart

Kynžvart Chateau
3. 9. 2013

Palácio Kynžvart: um gabinete de curiosidades classicista

O amuleto de Lord Byron, o livro de orações de Maria Antoinetta, a mesa de trabalho de Alexandre Dumas senior ou um cigarro meio fumado pelo imperador Napoleão III, tudo isso poderão ver na extensa coleção de curiosidades que foi concentrada no palácio clássico por seu proprietário, o chanceler austríaco príncipe Klemens von Metternich. Apesar de ser impopular e temido na Boêmia e de ter passado a maior parte de sua vida em Viena, ele adorava a sua residência de verão, na região balneária no ocidente da Boêmia. Ele emprestou uma quantia absurda de dinheiro ao bancário Rotschield para a reconstrução deste palácio e em vez de pagar a dívida ele afidalgou seus filhos para a nobresa. Visitem o lugar que visitava Goethe e czares russos.

Favoritos