A região de Křivoklátsko e Rakovnicko

Křivoklát Castle
3. 9. 2013

Atrás dos encantos secretos de Křivoklátsko e Rakovnicko

Florestas densas, rochas gigantes, castelos e ruínas misteriosas e o amplo e calmo rio Berounka que intercepta toda a região de Křivoklátsko e Rakovnicko, assim poderia ser descrita uma das mais belas terras situada na fronteira entre a Bohemia central, ocidental e do norte. Conheçam a pérola verde da Europa – CHKO (Área de Paisagem Protegida) Křivoklátsko e descubra a história do castelo gótico Křivoklát. Na região entrelaçada por um inúmeras trilhas para ciclistas e pedestres, também se planta o lúpulo da mais alta qualidade mundial e de sutil aroma.

Na região de Křivoklátsko e Rakovnicko domina o rio Berounka que surgiu com a confluência de quatro rios perto da cidade de Plzeň. Ao longo do seu fluxo podem visitar formações naturais como Malá e Velká Amerika (Pequena e Grande América), a reserva Skryjská jezírka com o muzeu dos fósseis, os monumentais castelos Křivoklát, Žebrák ou Točník e não em último lugar o centro celta no palácio Nižbor.

O castelo incólume Křivoklát, a pérola gótica entre os castelos tchecos

O dominante da região e um dos mais antigos castelos tchecos Křivoklát ganhou o seu nome provavelmente segundo as bases de construção tortas. O castelo extenso e magnífico foi o assento representativo dos reis tchecos escondido nas florestas densas que serviam como o lugar de caça real. A mais valiosa parte do castelo com a torre maciça redonda (okrouhlá) é o Salão Real que é - depois do Salão de Vladislav no Castelo de Praga – o maior na Bohêmia. A biblioteca de Füstenber vai surpreendê-los com os seus quase três mil livros. Em uma das torres de Huderc foi supostamente preso o alquimista notório Eduard Kelly, que pela tentativa não sucessiva de fuga acabou com a perna quebrada. Depois, Na Torre Grande, podem explorar as extensas coleções de caça. As ações culturais e feiras tradicionais que acontecem em Křivoklát vão aproximá-los do artesanato dos habitantes de Křivoklát.

As românticas ruínas de castelos e os gigantes admiráveis

O auge da arquitetura gótica é representado pela ruína do castelo Krakovec, que foi o último refúgio do pregador mestre Jan Hus quando foi desalojado de Praga e declarado herege. O castelo Točník que fica só alguns metros do castelo Žebrák destruído pelo fogo, vai surpreende-los com o engenhoso arranjo dos prédios com as salas representativas, até aos quartos destinados somente para as necessidades pessoais do rei e para a sua proteção. Aceitem também o convite para a fazenda de Hamousov, para a herdade rural com uma casa de madeira e celeiros de tijolos. Conhecerão a antiga economia, as tradições, o artesanato e os hábitos dessa região.

O palácio de Lány – o assento de verão dos presidentes tchecos

O palácio barroco Lány, a residência oficial de verão dos presidentes da República Tcheca, é situado nos fundos das florestas de Křivoklát. É acessível ao público só nos aniversários do nascimento e da morte de T. G. Masaryk, o primeiro presidente tchecoslovaco. Porém, podem fazer um passeio no parque adjacente durante o ano todo. A região de Rakovník também oferecerá uma ótima experiência gastronômica. Desfrute a visita da Cervejaria real Krušovice durante a qual descobrirá como se produz e qual o sabor de uma cerveja tcheca de qualidade.

Viaje por Křivoklátsko e Rakovnicko por todos os lados, montado a cavalo, na água, de bicicleta ou a pé. Os seus passos poderiam leva-lo até a Český kras e ao castelo Karlštejn.

 

Favoritos