Famous villas in the Czech Republic

Villa Tugendhadt
13. 2. 2014

Conheça o interior das mansões famosas dos arquitetos de nomes mundiais e olhe, como se morava nas joias funcionalistas ou no estilo da Arte Nouveau.

Arquitetura única, interiores elegantes, luxuosos acessórios para casa – tudo isso você verá, visitando as famosas mansões na República Tcheca. Você vai apreciar o equipamento técnico da época em uma delas, em outra o estilo refinado dos arquitetos,  você vai conhecer um pouco da vida privada e os destinos únicos dos antigos habitantes das famosas moradias.

A Mansão Tugendhat em Brno

Você verá a Mansão Tugendhat, obra fundamental da arquitetura funcionalista que figura na lista dos monumentos da UNESCO, em Brno – Černé Pole. Foi construída para o casal Tugendhat nos anos 1929-1930 segundo o projeto do arquiteto alemão Ludwig Miese van der Rohe que era um dos pais da arquitetura moderna do século XX. A sala principal cristalizada com móveis originais e com jardim de inverno é o espaço mais conhecido, dividido apenas pelas cortinas e pelos muros livres. O muro semicircular de madeira divide a sala de jantar, o muro precioso de ónix separa a parte residencial da parte do escritório.

A Mansão de Müller em Praga

A Mansão de Müller, que fica em Praga no bairro de Ořechovka, é a obra dos arquitetos Adolf Loos e Karel Lhota que a construíram para o empresário František Müller. Loos aplicou na mansão, construída nos anos 1928 – 1930, ideias funcionalistas e também a teoria de Raumplan – o espaço não é dividido em andares, mais em cubos e quadros se interpenetram nos níveis diversos. A mansão está aberta ao público como filial do Museu da Capital de Praga, os interiores ficam equipados pelos móveis originais e pelos acessórios da casa. Você verá aqui também uma pequena exposição sobre a vida de Adolf Loos com apresentação de outras obras conhecidas dele.

A Mansão de Bauer em Libodřice perto de Kolín

A mansão, que foi projetada pelo arquiteto Josef Gočár para o proprietário de latifúndio Adolf Bauer ao estilo novo da época, cubismo, é um pouco mais antiga que a Mansão de Müller e a Mansão Tugendhat. Após a reconstrução, a casa com o jardim ao estilo de parque é apresentado no seu aspecto original dos anos 1912-1914.

Hoje a mansão hospeda o Museu de Josef Gočár e a galeria do desenho cubista. Se você gosta da atmosfera do início do século XX, você apreciará o conservado equipamento de banheiras , revestimento de lareira, armários integrados, biblioteca, móveis cubistas e mostras da cerâmica cubista e de vidro. Uma pequena exposição mostra a vida e a obra de Josef Gočár, a história da mansão e também outros monumentos da arquitetura moderna que se encontram nos arredores.

A Mansão de Bílek em Praga

Escultor, desenhista, gráfico e ilustrador František Bílek (1872–1941) foi, assim como Alfons Mucha, representante da Arte Nouveau tcheca. A morada familiar com atelier, que deixou construir em 1911 perto do Castelo de Praga, simboliza o campo de centeio. A sua planta é derivada da pista de gadanha no campo de trigo, o telhado plano, primeiro em Praga da época, imita o campo. As colunas claras apresentam gavelas de espigas estilizadas, nos interiores aparecem motivos parecidos, assim como nas portas talhadas, nas maçanetas forjadas e nos móveis. Você verá a exposição permanente e o atelier de Bílek no interior.

A Mansão de Jurkovič em Brno

Você apreciará a beleza da Arte Nouveau, combinada com a variedade da arte popular, sobre a construção da Mansão de Jurkovič em Brno-Žabovřesky. A morada original do arquiteto eslovaco Dušan Jurkovič (1868–1947), construída em 1906, não serviu apenas como morada da família do artista, mas também serviu para demostrar as tendências europeias da época na arquitetura e na cultura de morada. Depois de terminar a construção, Jurkovič organizou uma exposição dos seus trabalhos de interiores nela, hoje a mansão está sob o cuidado da Galeria Morava.

Favoritos