O Reino de Valašsko e a serra de Beskydy

16. 9. 2013

Descubra o romantismo do Reino de Valašsko na serra de Beskydy!

A serra de Beskydy apresenta uma harmonia perfeita entre a natureza e o homem. As altas colinas florestadas, os prados cheios de orquídeas e a arquitetura única da região estão instaladas na paisagem de modo peculiar. A tudo isso se junta o sabor de queijos de ovelha, de frgále (tortas de massa fermentada com o recheio de peras secas), de slivovice (aguardente de ameixas) ou de outras especialidades locais. O deus pagão Radegast domina a região já desde tempos remotos e a cerveja regional leva também o seu nome, Radegast.

A natureza virgem das colinas de Beskydy proporciona aos visitantes uma variedade imensa de atrações. No verão, isto significa quilômetros de percursos marcados que transpassam os prados frescos cheios de ovelhas e os vales profundos. No inverno toda a região se transforma em um reino de gelo que oferece condições ótimas para esqui. Costuma-se dizer que a parte mais bela da região de Valaško é o pico de Soláň, cujas vistas ligam a beleza da natureza com as tradições populares.

A região vigiada pelo poderoso Radegast

A serra de Beskydy é típica pela arquitetura de madeira das igrejas e casas. O mais belo é o conjunto de casas de madeira que fica no cume Pustevny, feitas com uma técnica particular. Este conjunto arquitetônico é obra do arquiteto Dušan Jurkovič e encanta pelo seu estilo de Arte Nouveau. Depois de sair de Pustevny você pode caminhar comodamente até o cume de Radhošť e observar a estátua do dono da serra – o deus pagão, Radegast. O ponto de partida ideal é a cidade de Velké Karlovice que é, ao mesmo tempo, centro de esqui e centro de verão. A maior reserva arquitetônica da Europa Central fica em Rožnov pod Radhoštěm e o introduzirá nos artesanatos tradicionais, folclore e tradições conservadas por inúmeras gerações.

Você sente o cheiro magnífico?

Como você pode usufruir ainda mais da região de Valašsko? Experimente algumas das especialidades locais. Muito famosas são as tartes “frgály“, com cerca de 30 centímetros, feitas de massa fermentada  com recheio doce e cobertas por pedacinhos  especiais de manteiga e farinha. Os pasteis típicos se chamam “štramberské uši“– esta comida está ligada à  uma lenda. Segundo a lenda, foram encontrados sacos com orelhas humanas salgadas durante a investida tártara – os tártaros cortavam as orelhas dos cristãos. Desde aquela época preparam-se estes pasteis em memória deste acontecimento histórico.

Aonde continuar?

Uma ideia ótima é ligar a estadia na serra de Beskydy com uma excursão pela cidade de Ostrava onde você verá monumentos técnicos únicos. Outros destinos interessantes são: a igreja peregrina Svatý Hostýn ou a cidade que parece saída de um conto de fadas – Štramberk.

Favoritos